Existe fórmula para melhorar a educação no Brasil? O que precisamos mudar? Quais os desafios diários dos pais e professores? 

Como o Soroban contribui com a Educação brasileira?

Em um mundo globalizado, movimentado, acelerado, um dos grandes desafios é adequar conteúdos sem perder a essência. Com tantas opções, desenvolver foco, capacidade reflexiva, tomada de decisão, velocidade e profundidade de raciocínio é o que irá diferenciar o profissional capacitado do profissional comum.

Segundo o ambientalista Charles Darwin (1809 – 1882), sobrevive ao processo evolutivo a espécie que se adapta às novas condições. A diversidade biológica é resultado da adaptação. Vivemos em um “biotério humano”, cada um de nós se manifesta de maneira singular.

No processo de ensino e aprendizagem, em sala de aula, experienciamos a diversidade humana, são culturas, mundos e raças diferentes. Todos aprendem juntos. Mas como é este aprendizado? 

Com um click escolhemos dezenas de informações e conteúdos. Hoje em sala de aula o professor começa a ministrar o conteúdo e os alunos estão pesquisando no celular as novidades mais relevantes. A figura do professor precisa se reinventar para acompanhar a evolução.

O nosso cérebro aprende rápido, mas esquece rápido, é preciso utilizar mecanismos novos de estimulação cognitiva. A velocidade em clicar aumentou, sem dúvida. Mas muitas capacidades cerebrais foram aos poucos sendo substituídas pelo computador.  

Como a Ginástica do Cérebro® pode contribuir para o ensino brasileiro?

Queremos lhe apresentar uma excelente ferramenta de engajamento cognitivo: o “Soroban”.

 O Soroban une movimento, cor, dinamismo, ação, memória e mexe com o cérebro de um jeito sensacional, tornando o aluno focado, engajado e mais motivado em sala de aula. 

A ferramenta é composta por 5 elementos: 

1 – Moldura; 2 – Hastes; 3 – Contas; 4 – Barra central; 5 – Ponto de referência. As contas que encostam na haste representam números. O soroban tem a sua origem na evolução do ábaco, e foi levado ao Japão em meados do século XVI.

Definitivamente a cabeça de crianças, jovens, adultos e idosos não será mais a mesma depois do Soroban, além de divertido ele transforma a matemática em algo gostoso porque une cognição à resultados táteis obtidos a cada equação. 

O aluno, ao se engajar na prática do Soroban pode sentir a diferença imediata, pois o cérebro se reestrutura sinapticamente a cada minuto. O Soroban, quando utilizado em sala de aula faz a diferença na cognição, ajuda no desbloqueio do córtex pré-frontal, responsável pelo raciocínio lógico, memória, foco, atenção, capacidade reflexiva, orientação espacial, coordenação motora.

Venha conhecer mais a respeito deste método tão inovador, você vai gostar.

Por: Fabiana Cerato
15 de setembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *