Adultos

Adultos 2017-05-23T11:10:56+00:00

Ginástica do Cérebro para Adultos

A formatação da família dos últimos tempos mudou significativamente e, junto com as transformações, também aumentaram os desafios para manter uma boa relação entre os familiares. Sem falar nos obstáculos que a vida contemporânea trouxe ao cenário doméstico – longas jornadas de trabalho, por exemplo.

Na maioria das famílias, a palavra solidariedade está abandonada. ”Vivemos numa sociedade individualista. Cada um só pensa no seu prazer, no seu interesse e na sua liberdade”, constata a pedagoga e mestre em educação Tânia Zagury, autora de diversos livros. A solução, segundo ela, não é simples e exige uma nova postura por parte de todos os membros da família. ”É preciso educar o filho para pensar no outro também. Mas para repensar valores é necessária a convivência: fazer uma refeição em família, assistir televisão juntos ou sentar para bater um papo para ver que conceitos a criança está adquirindo. Se os pais, como adultos, não criam um espaço de diálogo, amanhã não saberão nada do filho”, assegura ela.

Isso serve para as pessoas que têm filho, e para os que são filhos. Porque na verdade tudo deve manter um ponto de equilíbrio. E em cada fase da vida somos desafiados a manter a nossa saúde mental pautada no equilíbrio, pois tudo que desequilibra adoece.

De acordo com o dicionário Aurélio de Língua Portuguesa “adulto é a pessoa que terminou sua adolescência, que chegou ao término do período de crescimento, aquele que atingiu maioridade civil”. Entretanto, não podemos nos prender apenas a esse significado. Pois ser adulto é algo bem mais complexo do que apenas parar de crescer fisicamente e atingir a maioridade civil. Ser adulto é ter maturidade, sendo que para isso não se faz necessário ser maior de idade e sim ter posturas, responsabilidade, senso de justiça, comprometimento, se expressar nas suas complicadas relações sociais, independentemente do meio onde se está inserido e suas condições, acima de tudo respeitar a vida.

Contudo, existem pessoas que passam a vida inteira sem exercer a condição de adulto, pessoas que não tem essas capacidades, seja por problemas reais de cognição e deficiência, ou mesmo, por escolher seguir conceitos distorcidos do que é a vida em sociedade. Independente de qualquer condição, a vida adulta é um grande desafio, e a escola não prepara para isso, e as famílias estão cada vez menos dando base para esses enfrentamentos, pois a sociedade se alterou muito. A mulher não fica mais dentro de casa para educar seus filhos, ela esta no mercado de trabalho, e consequentemente, estão deixando os filhos se “auto criarem”, e tudo que é alterado na vida, como resultado trás consequências positivas e negativas, temos que de fato usufruir da nossa maturidade da vida adulta para usarmos da melhor forma as ferramentas que nos são dadas.

E a GINÁSTICA DO CÉREBRO vem de encontro com a grande necessidade humano de buscar o equilíbrio em todas as relações, de encontrar um “norte” para uma vida saudável e de alegrias. Com os exercícios de ativação cerebral será possível “acordar” as habilidades que ficaram adormecidas durante a infância e a adolescência, e que hoje são necessárias para a vida diária. Os exercícios promovem uma descarga de estresse, seja do trabalho, das relações pessoais, ou da vida em família, tornará a pessoa muito mais atenta, concentrada, observadora, e apreciadora da vida. Com aproximadamente 3 meses de curso, você já será capaz de notar em você mesmo algumas transformações. Abra-se para a uma vida melhor e mais equilibrada, seja um agende de transformação da sua própria vida, potencialize-se!